22/10/08

Por que o preço da gasolina tem três dígitos depois da vírgula?

por Emily Mendes
Você saberia responder por que alguns preços, como o dos combustíveis, têm três algarismos depois da vírgula se nossa moeda é dividida em centavos e não em milésimos? E, afinal, qual a relevância de um milésimo de real, sabendo que um centavo muitas vezes não faz tanta diferença?
Segundo o professor de economia da PUC-Campinas Pedro de Miranda Costa pode parecer que não, mas num produto com valor unitário baixo, em forma de um milésimo de real, essa casa a mais faz diferença no preço total.
Ele explicou que é como comparar, em termos de significância relativa, a equivalência entre um produto que custa R$ 1,999 (um real e novecentos e noventa e nove milésimos) a outro produto, por exemplo, que custe R$ 1.999 (mil novecentos e noventa e nove reais).
Segundo Costa, isso é mais comum em preços como o dos combustíveis porque se trata de um produto que dificilmente é adquirido na quantidade em que o preço é estabelecido, ou seja, 1 litro. Freqüentemente (a compra) é de mais de 10 litros, por isso o economista ressalva que, mesmo tendo preços com precisão de milésimos, ele só pode ser pago com reais e centavos de reais, o oficial da moeda brasileira.
E o que não parece fazer diferença no bolso do consumidor faz – e muita – no do comerciante. Proprietário de três postos de gasolina, Anis Abdelnor explica que devido ao grande volume que circula na bomba, se não tivesse a terceira casa isso daria uma grande variação de preço. O exemplo é simples: se você pegar o valor de R$ 0,05 e multiplicar por 2 milhões de litros, por exemplo, o resultado é R$ 100 mil. Mas se multiplicar por R$ 0,051 o resultado será de 102 mil, diferença de R$ 2 mil apenas por causa de um mísero número 1 após o valor de 5 centavos. “Esse milésimo de centavo no final das contas é bastante relevante se levarmos em conta os volumes de abastecimento diários”, explica Abdelnor.
Os mililitros, que são a milésima parte do litro, também são cobrados. Por exemplo, se ocorre o abastecimento de 3,44 litros e o preço da gasolina é de R$ 3,12 você pagará R$ 10,7328 -- arredondando, R$ 10,73. Mas se o posto usa três casas no litro (3,445) e três casas na moeda (R$ 3,123) o preço final será de R$ 10,758735 -- o que equivale a R$ 10,76. Uma diferença pequena (3 centavos) no bolso do consumidor, mas se o posto fizer essa operação 1.000 vezes ao dia terá uma receita extra de R$ 10.950 em um ano. Dá até para comprar um carrinho.

Nenhum comentário: